Home

A 22 de Maio 1911 Decreto do Governo nº122 substitui o real, último símbolo do antigo regime, pelo escudo com moeda oficial do regime, provindo a sua denominação do escudo nele representado, o mesmo da bandeira nacional.

O escudo dividia-se em 100 partes iguais, os centavos, e correspondia à moeda de 1.000 réis. Esta alteração pretendia colocar a unidade monetária portuguesa ao mesmo nível dos demais países e evitar os problemas provocados por uma moeda muito desvalorizada.

O Decreto do Governo nº122, justificava assim a alteração da moeda portuguesa: “ A nossa unidade monetária, o Real, tem um valor muito pequeno, nada parecido com os valores das unidades monetárias dos diversos países, geralmente iguais ou superiores a um franco. Desta circunstância resulta ser necessário empregar um grande número de algarismo para representar na escrita uma quantia, mesmo relativamente pouco importante”(…). “Serão cunhadas e emitidas moedas de prata dos valores legais de um Escudo, cinquenta, vinte e dez centavos”.

No início de 2002 o escudo português foi substituído pelo euro.

  República, nº69 (pdf)

Anúncios